terça-feira, 6 de dezembro de 2011

seu anel

 Escrevendo hoje sobre o sábado maravilhoso, após as infernais duas semanas sem tê-lo por perto. O reencontro esperado, mesmo estando os dois cansados da rotina, conseguimos melhorar o meu estresse e o seu mau humor somente por estarmos juntos, nos vendo, brincando, sorrindo... A saudade era tanta, tínhamos tantas coisas pra contar, pra compensar essas enormes duas semanas. Eu só queria te ouvir, te abraçar, te beijar. E mais uma vez o filme não vimos, mas tiveram outras balinhas de goma coloridas, e seu olhar fixo pra mim, me fazia não querer mais nada, não prestar atenção em mais nada. O que esperar desse cara? Cada vez me surpreendo com coisas fofas que você diz, com o seu jeito de agir e de me fazer bem e com a minha falta de credulice em como você poderia  me fazer feliz no passado, mas que agora vejo-me mais feliz do que com qualquer outro. E nas nossas brincadeiras intermináveis e tão nossas, fico com o seu anel. Praticamente forçado a não tirar do meu dedo, pois me traz cada lembrança maravilhosa, a todo instante, de você. A cada vez que o olho, me vem um sorriso bobo e bem formado no rosto, e se ele está sendo bem cuidado, meu bem? Com certeza está. Está sofrendo cada sensação que você proporcionou ao meu coração. Se você pergunta se são boas, respondo que são as melhores possíveis, dentro desse 1 mês e 14 dias, até hj.. e aumentando..

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails