quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

nervosis(mô)

Dias sem nos vermos e você nessa sua bipolaridade atormentadora de pensamentos alheios. Ou melhor: dos pensamentos de quem gosta de você, ou pelo menos de quem acha que gosta. Você me conforma de que posso ficar despreocupada, confiando em você, mesmo após palavras de extrema dúvida. Porém, não sei por quê você me passa segurança! Acho que isso é bom. Espero mesmo que seja. Você me dizer que quer falar algo sério comigo, algo 'sério mesmo' na próxima vez que nos vermos é de se arrepiar! Se você fosse um pouquinho mais transparente eu não estaria tão confusa sobre o assunto tão sério, que você quer falar comigo! Mas talvez eu também não gostasse tanto de você se fosse assim... Você tocou no meu ponto fraco: a ansiedade! Essa ansiedade que me faz atropelar tudo, e acaba me trazendo só transtornos. Quero muito saber o que tem de tão importante. Se isso irá mudar nossas vidas, ou minha vida, pra melhor ou pra pior. Se você vai acabar tudo o que temos e criamos, ou vai tornar tudo isso mais oficial com um grande pedido. Eu e minhas indagações vamos ficar sonhando, durante nossas noites de sono até quando você resolver aparecer, e conversarmos pra acabar com esses meus questionamentos. Só quero que se for pra ruim, que postergue mais o quanto der e puder, pois não estou preparada pra te perder, pra não te ter mais em minha vida, pra não contar mais com você, pra não te sentir mais... Mas que se pra bom venha, venha na hora que você estiver o mais confortável, satisfeito e disposto possível pra engatarmos, cada vez mais, os nossos sentimentos, nossos momentos juntos, nosso prévio amor.

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

22/12/2011 - 02 meses

Parece que tudo não está a nosso favor, que tudo não vem nas nossas mãos por algum motivo. Por ser um dos piores dias da minha vida, ou um dos bons. Um dia importante, um dia triste, que deveria ter sido feliz. Mas há males que vem pra bem.. E por ser dois meses não me trouxe sorte pelo dia. O que eu tenho feito de errado?O que eu fiz de errado? Deve haver um bom motivo pra tanta crueldade e dor designada a mim. O dia que deveria comemorar dois meses com você, recebo uma noticia que mudara meu destino. Tudo continua bem, estou bem melhor agora. Conformada. Mas agora uma vida nova me aguarda. Na espera de uma resposta pra onde eu irei. Um colegio novo, uma vida nova, uma saudade imensa nova. Porém, foi o que prepararam pra mim. Só me resta esperar, porque com você tá otimo, mas com a vida, nem tanto. 

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

seu anel

 Escrevendo hoje sobre o sábado maravilhoso, após as infernais duas semanas sem tê-lo por perto. O reencontro esperado, mesmo estando os dois cansados da rotina, conseguimos melhorar o meu estresse e o seu mau humor somente por estarmos juntos, nos vendo, brincando, sorrindo... A saudade era tanta, tínhamos tantas coisas pra contar, pra compensar essas enormes duas semanas. Eu só queria te ouvir, te abraçar, te beijar. E mais uma vez o filme não vimos, mas tiveram outras balinhas de goma coloridas, e seu olhar fixo pra mim, me fazia não querer mais nada, não prestar atenção em mais nada. O que esperar desse cara? Cada vez me surpreendo com coisas fofas que você diz, com o seu jeito de agir e de me fazer bem e com a minha falta de credulice em como você poderia  me fazer feliz no passado, mas que agora vejo-me mais feliz do que com qualquer outro. E nas nossas brincadeiras intermináveis e tão nossas, fico com o seu anel. Praticamente forçado a não tirar do meu dedo, pois me traz cada lembrança maravilhosa, a todo instante, de você. A cada vez que o olho, me vem um sorriso bobo e bem formado no rosto, e se ele está sendo bem cuidado, meu bem? Com certeza está. Está sofrendo cada sensação que você proporcionou ao meu coração. Se você pergunta se são boas, respondo que são as melhores possíveis, dentro desse 1 mês e 14 dias, até hj.. e aumentando..

sem você/com você

Duas semanas sem nos vermos, por que você está doentinho, mas o mais incrível é que não parei de pensar em você, não me fiz capaz de suportar ficar longe de forma tranquila, ainda mais por saber que você estava doente. Te ligava todos os dias, e quando não conseguia falar com você, conversava com a sua mãe, preocupada com a sua situação. E cada dia mais me vejo entrelaçada a você. Cada dia desse martírio fui tentando me ocupar de varias atividades, mas impressionantemente sempre acaba acontecendo o assunto 'você'. Eu duas semanas seguidas de prova no colégio, e duas semanas sem você. Sem você? impossível. Tinha você em minha cabeça o tempo todo, a cada noite mau dormida preocupada com a vida, com o seu estado... você conseguiu se tornar parte da minha vida tão rápido, que quase não consigo ver o quanto você é irrelevante pra mim. Cogito sempre sua melhora, a hora de você estar comigo de novo ao vivo, sem ser por palavras e brincadeiras trocadas pelo celular. Quero você bem logo. Quero você comigo bem logo!    

até minha gata você conquistou!

Tudo correndo bem. Como é normal pensando, lembrando domingo que tivemos, de tudo em você durante a semana. Até que combinamos de você vir pra minha casa, ver um filme e tudo bem. Sábado chegou, e eu esperando você aqui, comprei um monte de coisas gostosas pra gente, aluguei um filme de terror porque a gente gosta, e você chega, e tudo conseguiu ser diferente de como eu imaginava, conseguiu superar! Essa sua maneira de me levar, de fazer tudo do jeito que gosto, sem precisar me perguntar. Tudo em você tem conseguido me satisfazer de uma forma inacreditável. Foi tudo tão rápido e ao mesmo tempo, tão cauteloso e bom.. não consigo me entender, como consegui não te dar uma chance no passado. Sei que era porque outro, mesmo sendo desmerecedor, estava no meu coração, mas o arrependimento de não termos ficado juntos antes, sempre passa pela minha cabeça, mas também me dá maiores forças, pra continuar mantendo tudo isso dando certo, sendo tão intenso, que não cabe mais em minhas mãos direito! E mais um final de semana com você, foi me surpreendendo, me conquistando. O filme de terror juntinhos que a gente não viu, as balinhas de goma de banana e chocolate sendo repartidos, dado na boca; a gente dançando na minha sala, os seus carinhos, a paixão da minha gata por você, seus olhares e sorrisos pra mim, tudo! Como não se debruçar totalmente sobre isso? Mais um dia de madrugada comigo, até umas 2 da manhã chuvosa, porque quem quer se largar diante disso tudo ?  

pra te ver

A semana inteira foi de pensamentos, palavras e sorrisos, basicamente ligados a você, os que não eram, não eram relevantes. Contagem pra ouvir sua voz, pra te ver. Porém com o aniversário da minha tia, tudo parecia não funcionar pra que nos vessemos no final de semana seguinte, mas quem suportaria? Então combinamos depois do aniversário da minha tia, onde eu contava cada segundo, pra achar uma forma de sair de lá, pra te encontrar.. E quando deu a devida hora de nos encontrarmos, ainda tinha o empecilho de um engarrafamento no pequeno espaço de distância entre nós. Mas tudo ocorreu bem, nos encontramos e viemos andando até a minha casa, onde ele veio a primeira vez, morrendo de vergonha, mas a minha mãe nem estava em casa, até alguns minutos depois quando ela chegou, eles se conheceram e foi incrível, mesmo vendo as bochechas dele ficando coradas rapidamente. Ficamos na sala juntinhos, mas dessa vez, por ser domingo, somente até as 22hs, pois tínhamos aula no dia seguinte, mas foi maravilhosos do mesmo jeito, mesmo tendo que nos separar sem querermos. 

enem lindo!

Acabando com  as minhas forças o Enem de sábado, porém um surto de adrenalina pousou em mim, onde ele havia me chamado pra sair. Ele me liga, marcamos, e o filme? Fomos ao cinema, e não sabíamos o que falar, mas ao mesmo tempo sabíamos tudo. O filme começou e rimos juntos, brincamos.. até que a gente e aproximou, e fomos ficando cada vez mais juntinhos, mais carinhosos e os beijos vieram pra completar os abraços. E juntos fomos comer, conversar... Veio me deixar em casa e então meu mundo parou, o tempo parou, meus olhos pararam só pra ele.. e até a madrugada do dia seguinte, brincadeiras, risos, beijos e abraços foram tomando-nos. Quem queria se despedir? Quem conseguiria parar de pensar em cada milésimo de segundo que passamos juntos? Quem conseguiria se largar. E o mais inesperado aconteceu. A mais surpreendente relação.. Quem poderia imaginar o tanto de química, física e fogos de artifícios que dali viriam? E até  4 am juntos, tendo uma segunda prova gigantesca como nosso inimigo, mas quem se importaria, quem lembraria naquele momento disso.. Só sabíamos lembrar de nos beijarmos a cada suspiro que dávamos! Mas tínhamos que ir dormir, e não juntos fisicamente, mas com certeza pelos sonhos alcançávamos um ao outro, não importando a distância entre nossas camas e acordar no mesmo dia pra fazer o dito vestibular com o maior bom humor do mundo.  

nem tudo que e ruim, é ruim por inteiro.

Impressionante como as pessoas conseguem se magoar em poucos segundos... Mas porque eu ainda estava  me enganando em poços de esperanças, que já deveriam ter secado. Então eu resolvi, em mais alguns segundos depois, tomar controle das minhas atitudes. Enxuguei as lágrimas tão rápido como se fossem falsas, e simplesmente apareceu. O atraente, porém jamais olhado com outros olhos, surgiu, e a minha coragem de dar um passo a diante, diante de você também apareceu, e assim tudo se sucedeu. Aos poucos as coisas foram tomando rumo desejado e maravilhoso, e em alguns segundos mais, já tinha ocupado minha mente com o novo! E agora parece que um tsunami resgatou as águas dos meus poços de esperança. E a gente marca de sair. E tudo no meio de um final de semana de tempos contados, vestibular armado contra o nosso exército. Porém a gente, vai se encontrar! 
Related Posts with Thumbnails