quinta-feira, 4 de agosto de 2011

tenho me enganado

Depois de tanto sofrimento e banhos de água fria, fui forçada a voltar ao meu papel antigo de melhor amiga sem qualquer interesse, antes que mais feridas e viagens da minha cabeça, dominassem-me e levassem tudo o que eu havia construído, aprendido e resistido. Tentando achar um outro alguém que fizesse destilar meus planos, intensões e decepções. Até que apareceu. Acreditei que fosse o melhor que pudesse ter acontecido e que estava dando certo. Me entreguei fácil, suscetível depois da decepção que você me causou. Não me arrependo completamente do que fiz, já que foi no momento e eu curti. Mas o fato de não ter dado certo e ter me sentido um tanto desvalorizada, me fez voltar desanimada com o amor. Descrédula no achar alguém que eu me interesse e que se interesse por mim .. Até que você com algumas palavras, me deixa pensativa sobre o que acha de nós. Porém, não posso cometer o mesmo erro de antes. Não vou ficar vendo coisa onde talvez não exista. Enquanto eu não tiver completa certeza de que o que sente por mim se tornou evidente, não agirei. Continuarei em meu papel de melhor amiga, fofa que nunca rolará interesse entre nós. Forçando meu coração a resistir te arrancar um beijo, te arrancar uma chance. Conclusões que tomo, após meses é que ainda não te esqueci. Você participa ativamente da minha vida; não consigo nem imaginar e nem cogitar a possibilidade de me afastar um pouco pra tentar esquece-lo. Você ainda meche comigo, mas fui forte o bastante pra suportar e supostamente esquece-lo da primeira vez, serei mais forte ainda pra tentar não demonstrar todos os seus efeitos em mim mais uma vez, até que você me mostre quais dessa vez, sejam seus reais interesses. Preciso da certeza e não mais de suposições ou achismos de minhas amigas sobre seus interesses, ou negações e apoio de seus amigos. Preciso ouvir você, só de você!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails