quinta-feira, 21 de outubro de 2010

você me faz sentir!

domingo, 17 de outubro de 2010

para o meu modelete!


percebeu alguma semelhança, lindo? hahaha

Dear John! *-*


Essa semana eu vi um filme com umas amigas minhas: Dear John, é muuuito lindo. Recomendo que vejam!! E não só vejam o filme, leiam o livro. Pois tem muitas diferenças, e é lindoooo! As cartas estão na integra! São lindas! *-*
Bom, em DEAR JOHN o que acontece é que um rapaz, John. Ele serve ao exército, mas começa a namorar uma jovem chamada Savannah apenas algumas semanas antes de ir para o campo. Então, devido a distância eles se comunicam por ligações em datas especiais e cartas. Todas as cartas de Savannah para o namorado começam com um singelo ‘Querido John’, daí o nome do filme/livro. Ainda não li o livro, mas assisti ao filme (mas pretendo, logo.), porém, fiquei sabendo sobre detalhes do livro. Achei ele simplesmente encantador. Não vejo a hora de ler o livro agora!


Eu não vou contar sobre a história, para não estragar a surpresa de quando vocês forem ler ou assistir, mas posso dizer que gostei bastante e o grande foco do livro é na pergunta: “o que siginifica amar uma pessoa?” Confesso que a resposta dada para essa pergunta, não era exatamente a que eu imaginava, mas assim que terminei, pude entender um pouco mais sobre essa pergunta e concluí que um dos significados de se amar uma pessoa verdadeiramente é ser capaz de pensar mais na felicidade da outra pessoa, do que na própria. De primeiro instante pode parecer fácil, mas apenas um amor verdadeiro realmente é capaz de fazer isso.
Mas então é isso meninas, para aquelas que gostam de ler, super recomendo este livro que foi escrito pelo grande escritor ‘Nicholas Sparks’. Já foram vendidas mais de 5 milhões de cópias, deu pra ver que não fui a única que adorei né? Agora, para aquelas que preferem as telonas, creio que irão gostar, mesmo tendo diferenças com o livro. Sei que muitas vão adorar, então fica a dica.
Pra finalizar, deixo aqui com vocês algumas frases que me marcaram que contém no livro.
John: 'Eu me apaixonei por ela enquanto estavamos juntos, e me apaixonei ainda mais nos anos em que ficamos separados. Nossa história tem três partes: um começo, um meio e um fim. Embora seja assim que todas as histórias se desenrolam, ainda não consigo acreditar que a nossa não durará para sempre".  (fala se não da pra suspirar com essa frase?)
'Justamente quando você acha que as coisas não podem piorar, elas podem. Mas justamente quando você acha que elas não podem melhorar, elas podem.’ (por isso, nunca devemos desanimar hehe.)
savannah: ‘vou sentir saudades.’ john: ‘você não parece muito triste com isso.‘ savannah: ‘é porque já chorei por causa disso, lembra?  Além do mais, não é que eu nunca mais vá ver você. Finalmente percebi isso. Sim, vai ser dificil, mas o tempo passa rápido: vamos nos  reecontrar, eu sei. eu sinto. Assim como sinto o quanto você se importa comigo e o quanto eu te amo. Sinto no meu coração que não acabou, e que vamos superar isso. Muitos casais conseguem. E os que não conseguem é porque não têm o que nós temos.”  (Acho que nem preciso dizer nada né? Simplesmente concordo com tudo o que ela disse.)
savannah: "É por isso que não conto às pessoas sobre nós. Eles não iriam entender, e não sinto necessidade de explicar, simplesmente porque sei em meu coração como foi real. Quando penso em você não posso deixar de sorrir, sabendo que você me completa. Eu te amo, não agora, mas sempre, e sonho com o dia em que você vai me abraçar novamente".



John: “Dali a pouco mais de uma semana eu voltaria para a Alemanha e tudo estaria acabado. Passei tempo o suficiente com meus companheiros para saber que não bastam alguns dias especiais para que um relacionamento transatlântico sobreviva. (...)
Os momentos ao lado de Savannah me fizeram cogitar se era possível desafiar a norma. Eu queria mais dela e, não importa o que acontecesse conosco, sabia que nunca a esqueceriaPor mais louco que pareça, ela estava se tornando parte de mim, e eu já temia o fato de não poder passar o dia seguinte com ela. Nem depois de amanhã, ou depois de depois de amanhã. Talvez, disse a mim mesmo, pudéssemos ser a exceção à regra.”

(Querido John - Nicholas Sparks)

domingo, 10 de outubro de 2010

lazy day!

Feriado, ô coisa boa! Ao menos depois de tanto estudo, sacrifício, cansaço tive uma recompensa. Um momento pra relaxar! Mas esse momento tão esperado dá uma preguiça! Uma vontade de ficar em casa, uma vontade de ver filme, de ficar de pijama o dia inteiro, comer, dormir, ficar no pc, ver televisão, chamar uns amigos, curtir. Mas ao mesmo tempo tenho que estudar, estudar, estudar! Final do ano está ai, reta final, tem que passar de ano! Mas a preguiça não me laarga! 

I love(d) you!

Eu realmente achei que estava apaixonada pro você, que você era perfeito, que não precisávamos ter nos beijado pra sermos  tudo, um para o outro. Mas aconteceu, o tão esperado beijo, e pra mim foi indiferente, foi tudo muito lindo, mas não senti AQUILO no momento. Não sei o que deu em mim, ou o que aconteceu com tudo aquilo que eu sentia, que eu sonhava. Estranhamente, você conseguiu mudar meus sentimentos por você a partir do momento que tudo realmente começou! Não sei o que aconteceu, só sei que ter 'terminado' foi o melhor. Não estava mais apaixonada por você, e não queria te magoar, já que, creio eu, você estava. 
Hoje, percebo que realmente foi o melhor a se fazer, a fila andou, e estou interessada em outra pessoa, e é alguém que eu já conhecia, já tinha um certo interesse, mas nada ao ponto de me descabelar. Apenas um interesse! E ve-lo ontem, foi demais!Vamos agora aguardar as cenas dos próximos capítulos! hahaha
Enfim, desculpe-me, mas eu já não amo mais você! ;/


-
Bruna Carvalho

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

confusa

estou um pouco confusa sobre se o que fiz foi certo. As vezes me dá uma saudade, mas é mais das carícias, não dos seus beijos, às vezes, sinto um ciuminho bobo, mas acho que isso é normal. Mas acho que fiz a escolha certa. Não estava preparada para um relacionamento sério, ele era perfeito pra isso. Mas eu não estava nessa.
Sinto saudades da sua amizade, mas será que ele não consegue separar as coisas? Se não, isso só prova que eu estava certa! Prova sua imaturidade! Espero que com o tempo, voltemos a nossa amizade, que é muito bonita e verdadeira. E talvez, quem sabe, um dia, possamos tentar de novo, e talvez tudo seja diferente!



-
Bruna Carvalho

decisão!

Dia seguinte, não parava de pensar no que fazer, e como você não parecia ter correspondido minhas expectativas. Como parecia ter perdido o encanto. Talvez pela demora! Mas isso não importa. Não podia continuar te enganando daquela forma, não podia te beijar sem sentir nada. Então, pos conversar com varias amigas, resolvi falar com você. Disse que não dava mais, que estava ficando muito serio, e você dizendo que não, um pouco desesperado, com uma carinha de abandonado, triste, enquanto eu dizia aquelas palavras, que acabava com tudo o que tinha acontecido. Mas não me arrependo! Melhor eu ter terminado cedo, antes que saísse mais ferido ainda dessa historia! Então, ele saiu desolado ;/
Eu fui fazer um negocio com umas amigas, mas quando voltei pra escola, ele ainda estava lá! E pediu pra falar comigo. Mas pedi pra que fosse depois. 
Então, liguei pra minha mãe, e conversei com uma amiga, que deram conselhos de como falar e tudo mais. Ai, ele veio falar comigo, dizendo que não ia nos afetar, cheio de justificativas e contrapontos para o que tinha falado. Me deixando encurralada, mas por fim, consegui contornar, e ele entendeu. Ficou triste, mas entendeu! E  só espero que a nossa amizade continue a mesma, ou pelo menos, bastante parecida ... 



-
Bruna Carvalho

pensamentos a mil!

Segunda-feira, eu estava receosa. Não queria te magoar, não queria ser precipitada, não queria me enganar, não queria te enganar. Conversei com os amigos, eles entenderam, mas queriam que dessemos certo, achavam que eramos perfeitos um para o outro. Então resolvi esperar, você já tinha passado por algo parecido antes, achei melhor não 'terminar' com você, ao menos não por agora. Esperei então. Disse que era pra você não ficar o tempo todo colado em mim. Estava estranha nesse dia, tudo estava me irritando, não estava com vontade de ficar com você. Então fiquei arrumando maneiras de não ficar com você, de não nos beijarmos. Mas enfim, após deixar duas amigas no ponto de ônibus, rolou! Foi ruim, mas não sei se a culpa foi por eu ter analisado cada instante do seu beijo, ou você realmente beijou mal. Só sei que não senti aquilo que era esperado. Mas enfim, fui embora. A tarde voltei pra escola, pra biblioteca estudar. E quem chega ? Ele! Pois é. E em minha cabeça não parava de lembrar do beijo, que foi ruim pra mim, e ao mesmo tempo na amizade que tínhamos, no dia da festa, nos dias juntos no seu quarto, quando não precisávamos sentir um ao outro para gostarmos. Cada segundo que passamos juntos, enfim. Resolvi esperar mais um pouco pra 'terminar'. Comecei a dar desculpa pra que não nos beijássemos. Isso me magoou profundamente. Não queria ter que mentir pra você. Mas, por fim, menti! E não nos beijamos, nada além de um selinho! Fui embora, cheia de pensamentos, morrendo de medo de te magoar, morrendo de medo de perder sua amizade, morrendo de medo de me arrepender depois.



-
Bruna Carvalho

aconteceu.

Depois de tantas carícias, tantos momentos de amizade colorida, enfim nossos lábios se tocaram. Precisou de uma festa pra que a coragem aparecesse. Foi lindo, mágico, perfeito de mais! O tempo todo juntos, mas será que isso é bom? Após a festa, você não saiu da minha cabeça, mas o mais impressionante é que não de uma forma apaixonada. Você não foi ruim, você foi um fofo, um doce, um príncipe que qualquer garota sonharia. Sua beleza, seu carinho, seus beijos foram ótimos. Os momentos que passamos juntos foram ótimos, mas alguma coisa dentro de mim, não sentia tão empolgada como imaginava.
Passaram-se tanto tempo pra que isso acontecesse, que, talvez, como uma amiga me disse: PERDEU O ENCANTO! Mas será? Não sei se você fez algo errado, que não me agradou. Não sei se eu que estou com caraminholas na minha cabeça, querendo que seja perfeito demais, ou um pouco menos perfeito. Só sei que depois do que aconteceu, já não sentia a mesma coisa, já não sentia a vontade, o desejo de você. ;/



-
Bruna Carvalho

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

impressionada

estou surpresa com como as pessoas conseguem ser diferentes, mudar tanto. Talvez por falta de personalidade ou porque as máscaras caíram, mas mesmo assim é impressionante!
um dia sua melhor amiga, outro uma idiota! Nossa, supreendente isso! Enfim, pra mim se torna algo indiferente, mas talvez pra elas eu não... ;)







-
Bruna Carvalho
Related Posts with Thumbnails