sexta-feira, 10 de setembro de 2010

promessas.

Não são todas as pessoas que podem fazer promessas, algumas delas não sabem nem seu sentido e diz um “te juro” da boca pra fora, iludindo e magoando as pessoas como se fosse banal. Todos sabem que se prometemos algo temos que ir até ao fim e atire a primeira pedra quem nunca deixou uma promessa passar despercebida ou ate mesmo esquecida pela vida. De amor eterno até estudar mais no próximo semestre, não importa, fazemos cada vez mais promessas inalcançáveis. E não é porque você não o ama ou não se importa com as notas. Nós mudamos e nossos desejos também. O que é intenso hoje, amanha pode não fazer nenhum sentido e mais uma promessa é quebrada. Pensando nisso, lembrei daquelas amizades eternas de colegial em que nada nem ninguém separa,  mas um dia um muda de cidade ou de escola e a amizade não é mais a mesma. Talvez o tempo seja o grande culpado ou nós mesmos porque se pensássemos mais nas promessas, nas suas gravidades e se podemos cumprir, com certeza teríamos mais cumpridas do que abandonadas. Então, tento jurar menos as coisas para as pessoas porque pior do que me magoar é magoar os outros.


-
Bruna Carvalho

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails