domingo, 2 de maio de 2010

aprendi que as afinidades

não são em vão, as semelhanças, um cordão umbilical invisível. para aquelas pessoas que você destrava, descansa e desabafa, chora e ri. no bom e no ruim. pessoas necessárias, cotidianas, que estão do seu lado para a chuva e para o sol. para estas eu vou desde ao topo da montanha, passo por becos,vielas, viajo o mundo e enfrento guerra. não falo de números, de grupos,de cúpulas; não falo de nada superficial. falo de alguns poucos olhares realmente que te confortam e você os quer sempre por perto ..

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails